Aumentos de salários!? Nãã...Crise




















As empresas de vigilância unem forças, a AES (Associação de empresas de Segurança) critica a greve de vigilantes e o Stad (como seria de esperar) e dizem que em tempo de recessão não poderão haver aumentos de salários.
O STAD exigia um aumento de 5% no salário dos vigilantes, as empresas só querem dar 1% (ena que mãos largas!).
As empresas usam sempre o mesmo choradinho «É a crise!», não podem dar aumentos coitados, pois estamos em tempo de Crise...

Então devem ser muito BURROS, pois em Portugal existem bases de dados públicos acessíveis a qualquer um, é fácil ver os clientes e contratos destas empresas bem como os seus lucros.
Só a Strong lucrou mais de 39 milhões. A Prestibel lucrou 105 milhões.
Link AQUI , lucros das empresas.

Ah mas não podem dar aumentos não é?


Leia AQUI o texto do presidente da AES, a fazer o choradinho acerca da greve de vigilantes.



partilhe no Google Plus

About l.g

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment

1 comentários:

  1. Colega Vigilante vem denuncias as tua coisas nesta pagina:::
    https://www.facebook.com/Denunciar-Situa%C3%A7%C3%B5es-no-Sector-da-Seguran%C3%A7a-Privada-1700040610239445/

    ResponderEliminar

Toda a informação partilhada será da inteira responsabilidade dos intervenientes.
Seja cordial e respeite a opinião dos outros, não ofenda ninguém.
Conforme está consagrado na Constituição da Republica Português, (Art.º 37, nº.1) “todos têm o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio.